O projeto para construção de um autódromo na Floresta do Camboatá agora está nas mãos da Comissão Estadual de Controle Ambiental. Pressione seus titulares a barrarem a licença de construção!





Pressione a CECA para barrar a licença para construção do autódromo!

Who will you press? (12 targets)
pessoas apoiam a preservação da Floresta do Camboatá!
Em apenas 24h, enviamos mais de 23 mil e-mails em defesa da Floresta do Camboatá e os deputados da Alerj sentiram a nossa pressão! Precisamos nos unir mais uma vez para fazer barulho: agora, está nas mãos da Comissão Estadual de Controle Ambiental (CECA) a decisão sobre a concessão de uma licença para a construção do autódromo.

O Instituto Estadual do Ambiente (INEA) divulgou essa semana um documento que apresenta 47 razões contundentes contra a construção do autódromo na área da Floresta. Diante de um parecer técnico tão bem fundamentado, temos chances mais fortes de impedir essa insanidade! A comissão se reúne toda terça-feira, e é bem possível que o assunto seja colocado em pauta na próxima semana.

Precisamos enviar nosso recado aos membros da Comissão mostrando que não resta outra alternativa a não ser negar a licença para desmatar mais de 160 hectares de Mata Atlântica. São centenas de espécies da flora e da fauna nativas, 21 delas em risco de extinção, que estão ameaçadas com esse projeto. Não nos opomos à ideia da cidade voltar a ter um autódromo, mas que seja em outro lugar! Pressione agora os titulares da CECA pela preservação da Floresta do Camboatá!






O Movimento SOS Floresta do Camboatá é uma iniciativa da sociedade civil organizada,
integrando moradores dos arredores da Floresta do Camboatá, lideranças sociais e comunitárias,
profissionais das áreas de urbanismo, educação, economia e meio ambiente. Trata-se de um
movimento autônomo, apartidário, inclusivo e agregador. Surgiu em 2011, quando a ideia de se
construir um autódromo sobre a Floresta do Camboatá tomou força.
Não somos contra a construção de um autódromo em nossa cidade! Mas temos absoluta convicção
de que não faz sentido destruir uma floresta para se construir um autódromo.


Com apoio do